Máquinas decidem cada vez mais, diz cientista de dados

Cada vez mais nossas decisões, no campo pessoal ou aquelas ligadas aos negócios de grandes organizações, estão sendo tomadas por máquinas. A afirmação é do cientista de dados Ricardo Cappra. Em palestra durante a Campus Party Brasil, maior evento de internet do país encerrado no domingo (4), ele traçou um panorama das ferramentas para consumo da informação que foram sendo criadas, dos relatórios aos sistemas e dashboards e a IA utilizada hoje. Para Cappra, estamos decidindo menos que as máquinas. Programas e aplicativos fazem seleção de músicas e filmes, enquanto as empresas baseiam suas estratégias em projeções e análises feitas sobre dados coletados na internet e processado por computadores.

E o próximo passo é a inteligência aumentada: as próprias máquinas, baseadas nas aprendizagens que ensinamos, tomam decisões. Para o cientista de dados, é cada vez mais importante que as pessoas saibam se organizar para analisar as informações e tomar as decisões além dos resultados mostrados pelas máquinas. É fundamental, disse ele, que as pessoas saibam lidar com os dados, separar as notícias de forma analítica e crítica: “Temos que aprender a consumir a informação certa para poder analisá-la como um ser humano, que é uma capacidade que a máquina não tem”, afirmou.


Fonte:
goo.gl/Zr1G6N

4

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Plugar nas redes sociais