IC ajuda a melhorar e gerar oportunidades para crescer

“O profissional de IC tem potencial para se posicionar dentro da organização em que atua, no sentido de se envolver junto às outras áreas da empresa, principalmente as geradoras de receita, ajudando-as com leads, conhecimento, métricas, ideias, estratégias. Passou a fase de ficar só entregando análises sobre mercado e competidores, esperando que os clientes implementem planos de ações a partir delas. Em momentos de crise, todos na empresa precisam fazer mais do que esperam da área.

Ninguém sobrevive mais no mundo corporativo se não provar que trouxe resultado para a empresa. Temos que gerar oportunidades, desenhar e pilotar projetos com o cliente interno. A perspectiva para a IC para 2018 e depois dependerá dos resultados gerados pelas áreas ainda existentes dentro das organizações. O sucesso delas é que alavancará mais investimentos para que toda a cadeia se movimente e cresça (mais vagas, cursos, profissionais, maiores salários, etc.)”

 

Alexandre Bonfa
Especialista em Inteligência de Mercado

 

O que você achou deste texto? Ele expressa o pensamento de um dos oito especialistas em Inteligência que convidamos para discorrerem sobre o futuro da Inteligência Competitiva e o que podemos esperar nos próximos anos. Eles falaram muito sobre o aperfeiçoamento da disciplina e dos profissionais, além de abordarem o desafio de conduzir os processos e o potencial da IC para levar as companhias a inovar.

Os textos compõem o Report Plugar: Inteligência Competitiva em 2018, nosso novo e-book que pretende incentivar a sua reflexão sobre os rumos do seu negócio no ano que vem e em como usar a IC para ser ainda mais competitivo e competente no seu mercado. Baixe já o e-book e fique preparado para atuar com (cada vez mais) inteligência em seus negócios.

Report Plugar: Inteligência Competitiva em 2018

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Plugar nas redes sociais