Ciência de dados tem impactado o setor da saúde

Com mais de 30 anos de experiência em análise de dados e seu impacto na saúde humana, o pesquisador Oswaldo Cruz, do Departamento de Computação Científica da Fundação que leva o nome do seu bisavô, Oswaldo Cruz, diz que a enorme quantidade de dados disponíveis hoje vem aumentando a relevância da atuação dos cientistas de dados neste setor.

Em palestra durante o SingularityU Brasil Summit, no último dia 23, em São Paulo, Cruz afirmou que a ciência de dados vem sendo usada há muito tempo, lembrando que na área da saúde existe uma grande quantidade de sistemas de informações, só que, lamentou, raramente eles estão integrados.

De acordo com a pesquisa de Cruz, a base PubliMed – que reúne em torno de 90% dos artigos científicos sobre biomedicina – consta com cerca de 400 artigos sobre este tema, e só neste ano mais 200 artigos serão acrescidos. “Infelizmente ainda trabalhamos na saúde com software e equipamentos legados da década de 90. As autoridades não conseguem mudar e os sistemas continuam antigos”, disse ele, de acordo com o site IT Forum.

Mas o executivo afirmou, também, que os avanços já estão sendo notados, e citou exemplos. Um deles foi o InfoGripe, um sistema para monitorar síndromes gripais que hoje alcança 790 cidades. A iniciativa apresenta níveis de alerta para casos reportados de Síndrome Respiratória Aguda Grave no Sistema de Informação de Agravos e Notificação, do Ministério da Saúde.

Outro exemplo em que a ciência de dados se destaca é a identificação de padrões de mortalidade no Brasil entre 1979 e 2015, desenvolvida em uma tese de doutorado de um aluno. Empregando técnicas de data mining e machine learning, foram gerados resultados e gráficos para visualizar e interpretar os resultados, com 33 milhões de registros que permitem detectar diversos padrões, como transição epidemiológica. As informações são separadas por faixa etária e região, mostrando toda a linha do tempo com as principais causas de morte no país.

Outro projeto cruza dados de smartphones e computadores para capturar notícias e rumores sobre eventos de saúde pública, monitorando redes sociais e agregadores de notícias. Assim, permite que se identifiquem alterações no padrão epidemiológico, o que proporciona informação para prevenir e controlar doenças.

Fonte: https://bit.ly/2Kbps1M

PLG - Banner - Fale Conosco

Posts Relacionados

1 pensamento em “Ciência de dados tem impactado o setor da saúde”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Plugar nas redes sociais