Baixa qualidade dos dados impacta organizações, diz Gartner

De acordo com a pesquisa “Levantamento de Mercado de Qualidade de Dados”, do Gartner, práticas de baixa qualidade de dados estão minando as iniciativas digitais. Mei Yang Selvage, diretora de pesquisas do instituto, diz que a posição competitiva das empresas é enfraquecida bem como a confiança dos clientes.

“Dados de boa qualidade favorecem insights e iniciam novos modelos de negócios em todos os setores, e permitem que as empresas gerem receitas ao negociar dados como um bem valioso”, afirma Selvage, citando AirBnB e Amazon como organizações que trabalham com dados bem qualificados.

Para superar desafios de qualidade de dados e para que líderes de D&A reforcem suas práticas, o Gartner lista quatro principais procedimentos, que serão detalhados durante a Conferência Data & Analytics 2018, nos próximos dias 22 e 23, em São Paulo:

Mensurar valor: organizações de liderança orientadas por dados avaliam proativamente o valor de seus bens de informação, assim como o custo de dados de baixa qualidade e o valor das informações de boa qualidade.

Estabelecer os papéis principais: os Chief Data Officers (CDO) devem atender aos objetivos da organização, estabelecendo papéis essenciais de qualidade de dados.

Otimizar custo de ferramentas: o gasto anual com ferramentas de qualidade de dados é uma média entre US$ 150 mil e US$ 208 mil.

Estimar prazos realistas: as empresas devem analisar suas estruturas, tendo em mente que ferramentas de rápida instalação nem sempre são as mais eficazes.

Fonte: https://bit.ly/2K9s2EF

PLG - Banner - Fale Conosco

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Plugar nas redes sociais